CONSIDERAÇÕES SOBRE A ARTROSCOPIA DO QUADRIL

Não há dúvida de que o diagnóstico e o tratamento de patologias intra-articulares do quadril em pacientes jovens ainda é um desafio. Parte desse desafio tem sido vencido graças aos estudos sobre osteotomia periacetabular para o tratamento de displasia do quadril e sobre Impacto femoroacetabular desenvolvidos pela equipe do médico suiço Reinhold Ganz. Esses trabalhos  permitiram uma maior compreensão das patologias do quadril e evidenciaram, entre outras coisas, a importância de valorizarmos as alterações morfológicas dessa articulação, mesmo que discretas. Esses trabalhos levaram ao desenvolvimento de métodos de tratamento como a luxacão cirúrgica do quadril e a artroscopia. Diferentemente de outras articulações, como o joelho e o ombro, nas quais patologias conhecidas e já tratadas através de cirurgia aberta passaram a ser tratadas artroscopicamente, no quadril, essas novas patologias passaram a ser melhor entendidas concomitantemente com o desenvolvimento da artroscopia. A artroscopia para o tratamento do impacto femoroacetabular tem como objetivos aliviar os sintomas do paciente e retardar ou evitar a progressão da artrose do quadril. É uma opção de tratamento importante para um grupo específico de pacientes para os quais existem evidências crescentes de que o tratamento não cirúrgico acarretará na persistência dos sintomas e da limitação functional.

maiores informações: http://www.marcuscrestani.com.br

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s