IMPACTO FEMOROACETABULAR

Impacto Femoroacetabular (IFA) ocorre quando existe um contato anormal entre a cabeça do fêmur e o acetábulo. Esse contato anormal leva a uma diminuição da amplitude de movimento da articulação, a dor e ao desgaste progressivo da cartilagem articular. Geralmente o impacto resulta da presença de um excesso de osso na transição da cabeça com o colo do fêmur (a cabeça do fêmur é mais oval do que deveria), quando é chamado de “impacto tipo came”. Também pode ser decorrente de um excesso de cobertura da cabeça femoral pelo acetábulo (coxa profunda), “impacto tipo pincer”.
Esse contato anormal entre o fêmur proximal e o acetábulo pode levar a lesões do labrum e da cartilagem. Com a progressão das lesões, o osso do fêmur impactará com o osso da bacia o que chamamos de artrose. Com uma radiografia de bacia é possível detectar o impacto. Outras incidências e outros exames, no entanto, são importantes para a quantificação do quadro.
Os exames de imagem comumente solicitados são: RX AP de bacia, RX Coxeofemoral D e E (falso perfil de lequesne, dunn 45, dunn 90), ressonância magnética ou artroressonância e a tomografia computadorizada com reconstrução 3d.     A maior parte dos casos de impacto femoracetabular pode ser tratado atualmente pela artroscopia do quadril.

Mais em http://www.marcuscrestani.com.br

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s